fbpx

Forte do Zambujal (Zambujal, Carvoeira)

Este forte defendia o desfiladeiro de Fonte Boa da Brincosa, o vale da Senhora do Porto (ou Senhora do Ó) e a estrada da Carvoeira.

Apresenta uma planta composta, constituída por reduto central e bateria avançada, correspondendo a uma das mais elaboradas construções da 2ª Linha. A ligação à zona da bateria é efetuada por um túnel escavado na rocha. Conservam-se ainda parte dos degraus originais, estando a área preparada para visita. Esta estrutura é única no conjunto das Linhas de Torres, bem como o acesso revestido a pedra pelo qual se acede à bateria. Combina escavação da rocha com camisa em pedra, constituindo um dos elementos mais marcantes desta obra. Direcionada aos pontos de controlo e defesa do Forte do Zambujal, encontrava-se a bateria, onde se colocavam as duas peças de artilharia que estariam atribuídas ao Forte.

Esta estrutura encontrava-se também rodeada por fosso e estava ligada ao acesso por uma paliçada, detetada nas escavações arqueológicas.

A plataforma onde se colocavam as peças de artilharia estava guarnecida com quatro canhoneiras rasgadas no parapeito e uma plataforma em madeira também detetada nas intervenções arqueológicas.

Para mais informações contacte o Centro de Interpretação das Linhas de Torres deste percurso.