fbpx

Conferência Ativação Turística

No passado dia 14 de junho, o presidente da Rota Histórica das Linhas de Torres, José Alberto Quintino, apresentou a comunicação “Do Tejo ao Atlântico – Rota Histórica das Linhas de Torres – (re)descoberta de um património cultural europeu comum”, integrada na conferência cultural “Património Histórico-Militar das Invasões Francesas: Ativação Turística, Comunicação e Divulgação”, que se realizou no Centro de Interpretação do Vimeiro.

A abertura da conferência esteve a cargo do senhor presidente da Câmara Municipal da Lourinhã, João Duarte Carvalho, a que se seguiu a apresentação da Associação Napoleónica Portuguesa, pelo seu presidente Faria e Silva.

Foram companheiros da RHLT, no painel da manhã, subordinado ao tema “Projetos de Ativação Turística do Património Histórico-Militar das Invasões Francesas”, o Diretor dos Museus Militares de Lisboa e do Buçaco, coronel Luís Albuquerque, com a comunicação ” Guerra Peninsular, Património do Exército e Turismo Militar”; o presidente da Câmara Municipal de Mortágua, José Júlio Norte, com o projeto “Mortágua na Rota do Bussaco”; e a técnica da Câmara Municipal de Almeida, Paula Sousa, que trouxe “A recriação histórica do cerco de Almeida: 10 anos de caminhada”.

Da parte da tarde falou-se de “Comunicação e Divulgação do Património”, com as intervenções de Ana Braga, em representação da Acesso Cultura, com o tema “Comunicação e Divulgação e Museus”; de Francisco Dias, professor na Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar do Politécnico de Leiria, chairman da The Euro-Asia Tourism Studies e diretor do ART&TUR International Tourism Film Festival que partilhou a sua experiência em “Comunicação de Marketing Territorial”; por fim, de Teresa Ferreira, diretora do Departamento de Desenvolvimento e Inovação do Turismo de Portugal sobre “Estruturar e Promover Produto – Desafios para o Turismo Militar”.

A conferência foi encerrada por Catarina Figueiredo Cardoso, subdiretora geral da Direção-Geral dos Recursos da Defesa Nacional.